serigrafia Décio Pignatari terra

R$ 2.500,00

décio pignatari

 

Décio Pignatari no poema Terra de 1956, se aproxima do debate sobre a questão fundiária — um item obrigatório nos anos 50 e 60 e que permanece muito atual.

Neste poema, ele trabalha com uma série de palavras e expressões sugeridas pela palavra nuclear, terra, e pelo contexto da discussão. Então, ali se encontram trechos como  ter a terra, arar a terra, rara terra, terra a terra. Visualmente, o poema se desenha como a representação aérea de um campo arado. Também se pode dizer que as letras T, de terra, na fonte escolhida pelo poeta, lembram cruzes — numa analogia as mortes registradas na luta pela terra.

 

Décio Pignatari foi fundador do Movimento Concretista junto com Haroldo e Augusto de Campos e além de poeta foi também publicitário, ator, ensaísta, professor e tradutor. 

 

técnica: serigrafia

dimensões: 61x61

obs - a obra está emoldurada como ilustra a imagem

 

 

  • Share